quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Dando um sinal de vida.

 Olá blogosfera!

Como estão? Espero que todos estejam bem...

Resolvi dar um sinal só pra registrar aqui mais um momento da minha vida. Tava desde Julho do ano passado sem escrever porque não tive nenhuma novidade até então. Continuei trabalhando na mesma empresa, mesmo salário e comecei a ficar de saco cheio.

Os investimentos continuam na mesma, tô há mais de um ano sem aportar. Decidi desencanar um pouco desse estresse de ficar contando moeda pra fazer sobrar dinheiro no final do mês e focar em coisas que, na minha observação (que até então tem se mostrado acertada), me trariam mais retorno.

Minha esposa atua com consultoria e projetos na área dela, de maneira autônoma com uma sócia. O negócio dela começou a dar retorno principalmente nesse ano de pandemia. Muitos contatos, muitos novos projetos e a grana começou a entrar devagarinho. Decidi investir um pouco nisso e apoiar a patroa, afinal o que ela faz é basicamente resolver problema grande dos outros e pra isso cobra muito bem, diga-se de passagem. O panorama para o negócio é bastante promissor pra esse ano, seguimos apostando nisso.

Eu ali por novembro comecei a ficar de saco cheio da empresa onde trabalhava. Vim de 7 anos trabalhando em uma corporação gigantesca, saí de lá porque não aguentava mais a burocracia e ter que ficar me subordinando a bonobos. Vim pra uma empresa grande (não tão grande quanto a anterior) e assim que completei pouco mais de um ano ali, comecei a ter um Deja Vu. Eu trabalho com tecnologia e tô cansado dessa palhaçada de ficar espalhando pra mídia e pra tudo que é lugar que a empresa inova, trabalha com tecnologia X, Y e Z, quando você sabe que tudo o que se faz de fato é maquiar uma estrutura cagada de anos que invariavelmente vai continuar produzindo os relatórios bizarros de clientes reclamando das coisas mais esdrúxulas que você pode imaginar em um sistema. Sem contar que, apesar de ter dobrado minha renda ao mudar pra essa empresa, eu sentia que ainda sim poderia ganhar mais.

Então resolvi fazer o que havia feito em Julho de 2019. Voltei a estudar e testar o mercado. Gastei no mínimo umas 120 horas aplicando pras mais diversas vagas e fazendo desafios técnicos, só pra ter certeza do meu nível de senioridade e pra testar as exigências atuais do mercado. Fiz diversas entrevistas, uma papagaiada sem fim repetindo o mesmo script manjado que todas as empresas querem ouvir. Consegui bons contatos, mas propostas realmente boas do ponto de vista financeiro não tive nenhuma. Acho incrível como o mercado de TI brasileiro tá forçando a barra e chamando de Sênior o cara que tem 2 anos de experiência numa empresa de fundo de quintal.

Eu acho que já comentei por aqui outras vezes, mas eu sou um sortudo do caralho. Comecei a alimentar meu Linkedin com as experiências que eu fazia estudando por conta, comecei a me engajar numas conversas sem pé nem cabeça só pra colocar o algoritmo da rede do meu lado. Consegui até um mês grátis do Premium. Enfim, resumindo, depois de tanto aplicar pra vagas, um brasileiro aleatório me abordou oferecendo vaga em uma startup gringa. Eu de pronto analisei o requisito da vaga e já percebi que não era pra mim. Mas ele insistiu um pouco mais e decidi aplicar, só pra ver onde isso iria chegar. Eis que fiz o teste técnico, uma entrevista com o pessoal da gringa e fui contratado.

Consegui atingir um ponto da carreira que achei que demoraria mais um 3 anos pra conseguir: receber em moeda forte. Sem benefícios que não te beneficiam, sem frescura. Só a grana vindo líquida pra conta.

Vai ser um desafio profissional gigante pra mim, vou ter que definitivamente sair da zona de conforto, mas com certeza vai ser de muito proveito. Consegui mais uma vez dobrar meus ganhos líquidos, e se eu performar bem nesse novo desafio, muito provavelmente vou conseguir dobrar mais uma vez minha renda em menos de um ano.

Consegui montar minha reserva de emergência e o panorama pra esse ano é bastante positivo. Tudo pro negócio da patroa deslanchar e o meu também. Em breve devo conseguir voltar a aportar...

Grande abraço a todos e se cuidem!

terça-feira, 9 de junho de 2020

Sobrevivendo à COVID-19.

Olá blogosfera!

Como estão todos? Espero que bem!

Dei uma desaparecida momentânea porque me enchi o saco de ficar preenchendo planilhas. Principalmente quando os gastos do casamento começaram a ficar mais pesados.

O casamento já passou, foi um momento inesquecível. Não tem preço poder reunir os familiares e amigos e fazer festa como se não houvesse o amanhã. Muitas lembranças boas e, provavelmente, a única lembrança feliz de 2020 pra nós (eu e patroa) e nossas famílias e convidados.

Voltei a conseguir fazer sobrar salário no final do mês ao invés de mês no final do salário e estou focando em recompor minha reserva de emergência.

Desde o fechamento de Dezembro que eu não acompanhei mais minha carteira. Me permiti uns meses de relaxamento já que não estava conseguindo aportar.

Não vou mais ficar fazendo acompanhamento mensal. Muito chato, não dá lucro e nem prazer. Uma vez por ano vou documentar aqui a evolução patrimonial e já tá bom demais.

Enfim, estamos sobrevivendo ao "coronga", de home office, trabalhando bastante. Por enquanto sem redução salarial e de jornada (e que continue assim!).

Fique em casa e se cuide!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Fechamento Dezembro 2019 - R$34485,55 (+3,73%)

Olá blogosfera!

Último fechamento de 2019, mais um mês bom para os investimentos.

Seguem os número de sempre:

Rentabilidade
Em rendimento a carteira cresceu 22,85% neste ano. Nada mal pra uma carteira totalmente passiva!

Final de ano foi tranquilo, trabalhei direto (até no dia 31), passei a virada de ano com a família. O ano de 2020 promete bastante. Vai ser o ano em que vou me consolidar no novo trabalho e na nova cidade. Sair da casa dos pais é algo bastante desafiante, mas até aqui sigo firme. Com planejamento e frugalidade dá pra vencer qualquer dificuldade!

Junto a todo o meu esforço pessoal não posso deixar de agradecer à minha esposa, que é uma mulher incrível! Se eu posso dar uma dica aos leitores e leitoras solteiros seria a seguinte: escolha alguém pra somar na sua vida! Pra dividir e subtrair tá cheio por aí, gente que vive só de aparência e às custas dos outros. Procure alguém que valorize o trabalho e os estudos, que respeite a sua individualidade. Eu posso dizer com muito orgulho e alegria que, se não fosse pela parceira que eu tenho, não teria conquistado tudo o que tenho hoje.

Estou voltando à minha rotina de exercícios. Agora que moro praticamente na beira da praia tenho ido nadar no mar todo dia no final da tarde. To com um joelho incomodando um pouco, então estou priorizando a natação pelo menor impacto.

A partir de Fevereiro, se nenhum imprevisto ocorrer, planejo voltar à rotina de aportes.

Desejo a todos os colegas da blogosfera financeira um excelente 2020 com muito trabalho, amor e parceria. Que os aportes só cresçam! :)